MEDITAÇÃO MATINAL - Maranata, O Senhor Vem! - Ellen White - 1977 - CPB

30 de setembro

A Ressurreição Especial

Muitos dos que dormem no pó da Terra ressuscitarão, uns para a vida eterna, e outros para vergonha e horror eterno. Dan. 12:2.

Foi à meia-noite que Deus preferiu livrar o Seu povo. Estando os ímpios a fazer zombarias em redor deles, subitamente apareceu o Sol, resplandecendo em sua força e a Lua ficou imóvel. … Nuvens negras e pesadas subiam e batiam umas nas outras. Havia, porém, um lugar claro, de uma glória fixa, donde veio a voz de Deus, semelhante a muitas águas, abalando os céus e a Terra. Houve um grande terremoto. As sepulturas se abriram e os que haviam morrido na fé da mensagem do terceiro anjo, guardando o sábado, saíram de seus leitos de pó, glorificados, para ouvir o concerto de paz que Deus deveria fazer com os que tinham guardado a Sua lei. Primeiros Escritos, pág. 285.

Os que dormem em Jesus serão chamados de seu cárcere para uma vitória gloriosa, e sairão para receber uma gloriosa imortalidade. … Ele ressurgiu, caros amigos, e em vosso desalento podeis saber… que Jesus está ao vosso lado para vos dar a paz.

Sei de que estou falando. Experimentei o tempo em que me parecia estarem as ondas me submergindo; naquela ocasião senti que meu Salvador me era precioso. Quando meu filho mais velho me foi levado foi muito grande meu pesar, mas Jesus veio ao meu lado e senti a Sua paz. Chegou-me aos lábios a taça da consolação.

E então foi levado aquele que por trinta e seis anos estivera junto a mim. … Havíamos labutado juntos, lado a lado, no ministério, mas tivemos que juntar as mãos do lutador e depô-lo a descansar na tumba silenciosa. De novo minha tristeza me pareceu grande demais, mas veio após a taça da consolação. Jesus me é precioso. Ele andou ao meu lado… e andará ao lado vosso. Quando nossos amigos descem à sepultura, eles não nos parecem belos. Pode ser que levemos ao descanso nosso pai ou nossa mãe: quando ressurgirem, as rugas terão todas desaparecido, mas serão eles mesmos, e os reconheceremos. …

Precisamos estar preparados para ir ao encontro desses queridos amigos, quando reviverem, na manhã da ressurreição. … Não deveremos apegar-nos à esperança que nos é proposta no evangelho, de que seremos semelhantes a Ele, e como Ele é O veremos? Manuscrito 80, 1886.